ARTIGOS

Administração nos escritórios de advocacia

João Ragazzi
Uma gestão eficaz permite o fortalecimento e a consolidação do escritório de advocacia perante seus stackholders.

 

A administração ultrapassou os limites das organizações produtoras de bens e serviços mercantis e adentrou, pela porta da frente, às organizações prestadoras de serviços regulamentados. No mundo atual, as economias ampliam a cada dia suas capacidades de geração de negócios, ocasionando efeitos multiplicadores sem precedentes na partilha de atividades e na distribuição de riquezas.

Hoje, um "escritório de advocacia" pode fomentar serviços para uma enorme rede de colaboradores (influenciadores e influenciáveis) e, em conjunto, conquistarem a confiança e a parceria de clientes, através de respostas rápidas, seguras e confiáveis, consolidando a cada ato, seu reconhecimento e permanência no mercado.

Os escritórios de advocacia despertam para a administração na sua essência e buscam através da aplicação prática das ferramentas administrativas formas de visualizarem estrategicamente horizontes promissores dentro das suas especialidades, melhorarem seus processos de trabalho e organizarem suas rotinas, tudo, com o propósito de atingirem a eficácia na condução da "banca".

A forma empírica de administrar os escritórios de advocacia está, por imposição do mercado, dando espaço a administração onde as ações são planejadas, organizadas, implantadas e tem seus resultados mensurados.

O processo tem início no planejamento estratégico com a exata definição de objetivos e propósitos e a submissão dessas premissas a uma rigorosa análise de oportunidades e ameaças e de pontos fortes e fracos, importantes para que sejam destacados os fatores críticos de sucesso e as competências essenciais para o alcance dos objetivos.

A partir daí, a gestão de pessoas bem com a gestão dos recursos tecnológicos, financeiros e materiais terão um norte, um sentido único que permitirão ao escritório a maximização do tempo e a minimização dos custos.

Administrar de forma planejada, sabendo para qual direção seguir, criará um escopo competitivo fundamental na consolidação do empreendimento advocatício.

Stakeholders

Indivíduos e grupos que podem influenciar nas decisões estratégicas e serem influenciados por elas.

 

Rede

Clientes, colaboradores, fornecedores, comunidades locais, governos, concorrentes, grupos de pesquisa, representantes, financiadores, funcionários são destaques nas atividades organizacionais, influenciando estratégias e decisões importantes.

Escritório Ribeirão Preto
Rua Dr. João Gomes da Rocha, 456 cj. 11 - Jd. Irajá
CEP 14020-550 - Ribeirão Preto - SP
+55 16 3236 5530 +55 16 98132 9878
Escritório São Paulo
Avenida Paulista, 2202 – 7º andar – cj 73
CEP 01310-300 – Cerqueira César - São Paulo - SP
+55 11 3014 2825

contato@joaoragazzi.com.br
Escola de Marketing e Vendas
© 2021. João Ragazzi. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Daniel Soares Design